bienal de veneza arsenale 124

Metrô e os animais que nos habitam

Metrô – Trabalho de Alessandro Gallo no pavilhão italiano da Bienal de Veneza.

 

Três metros lineares  e vinte e um personagens enfileirados, capturados no dia a dia na northern line do metro de Londres.

Gestos, roupagens  e uma psicologia  sutil em cada um  deles.Como se o mais interno, o segredo pessoal que deveria ficar oculto, se revelasse  numa face animal que só é vista pelo outro.

Impossível não reconhecer o  vizinho, a amiga,  o marido, o chato  ou  a si próprio.

Divertido e tecnicamente muito bem resolvido.

 

 

Comentários