modabanner

Moda por Graça Cabral

Transito no verbo que indica movimento,

Passeio nômade por tempos e espaços sem apego e ponto fixo.

Vivo no trânsito-subjetivo do descolamento.

Refaço-me em sínteses, cópias originais, fantasias de personagens muitos

E vou além.

A transitoriedade em si define um padrão de mudança constante próprio do que se convencionou chamar de moda. Moda é imaginação, invenção, criação. É transe e trânsito. Transitoriedade em essência.

 

 

 

Espaços do eu em solos coletivos

Onde transito com maior ou menor atenção

Nos detalhes

Retalhos fragmentos

Presentes

Camadas, sobreposições

Harmonias exibidas de singularidades

Mundos sem fim

 

A moda-roupa carregada de símbolos, sentidos, significados. A moda passageira fútil em sintonia com a nossa condição de mutantes, sempre. A moda segunda-pele, extensão da mente corpo que, a cada momento, nos veste e desveste de sentimentos, pensamentos, emoções, traduzidos em cores, formas e texturas. A moda fantasia do tempo existencial carregada de sonho e ilusão. A moda libertária que rompe padrões, afirma, provoca, critíca. A moda de costumes e hábitos com seus reflexos, filtros, lentes, conceitos e mais conceitos, a impor e compor breves ditaduras da imagem em acordos com os tempos.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Na linha sem tempo do espaço aberto

Na linha tênue entre sonho e realidade

A transitoriedade da moda

Nos permite brincar

Simplesmente brincar

E tudo mais

Já foi

 

 

Moda pra mim é um espaço de expressão. E é nesse espaço da subjetividade, em que nada está pronto, em que nada é definitivo, que me permito a fazer da moda poesia brincadeira.

 

 

Me permita dizer

Me permita de ser

Um e muitos

Uma só cor

Uma só roupa

Uma só moda

Não me habito mais

E se o hábito faz o monge

Eu me habilito a ir além

A brincar entre o alguém e o ninguém

O visível e o invisível

Nos territórios do transe

A incorporação de passagem

Através da moda

Me permite estar permanentemente em contato com

A impermanência e minha própria transitoriedade.

 

Mais informações:

www.ffw.com.br

www.luminosidade.com.br

 

Graça Cabral,jornalista, com mais de 20 anos de experiência no mercado de comunicação e marketing, com foco em pensamento estratégico, branding e projetos especiais. É sócia fundadora da empresa Luminosidade, criadora e organizadora do São Paulo Fashion Week, principal plataforma de moda da América Latina e do Hot Spot, primeira incubadora de novos talentos de moda no país. É uma das idealizadoras e membro do conselho editorial da ffw Mag!, revista bimestral de arte, comportamento, design, cinema, literatura, fotografia, pensamento, inovação. E diretora do In-Mod – Instituto Nacional de Moda e Design, onde é responsável, desde 2007, pelo projeto pioneiro de economia criativa.

 

Comentários