FIRENZE_VEDUTE_PICCOLE_4w

A Síndrome de Stendhal ou o belo insuportável

A SINDROME DE STENDHAL

 

A síndrome de Stendhal se caracteriza por um mal estar, um tipo de ataque nervoso seguido de palpitações, tontura e estado de confusão, quando a pessoa é exposta à beleza da arte. É como se os sentidos entrassem em colapso frente à incapacidade de absorver o esplendor que a arte pode apresentar.

A síndrome recebeu este nome porque estas sensações foram descritas pelo escritor Stendhal num livro, após uma viagem à Florença.

Florença, 22 de janeiro de 1817: Ao chegar a Florença, meu coração batia com força… em uma curva da estrada, meu olho mergulhou na planície e percebi, de longe, como uma massa escura, Santa Maria Del Fiori e sua famosa cúpula, obra-prima de Brunelleschi. Eu me dizia:

É aqui que viveram Dante, Michelangelo, Leonardo da Vinci! Eis esta nobre cidade, a rainha da Idade Média! É nesses muros que começou a civilização”… as lembranças se comprimiam em meu coração, sentia-me sem condição de raciocinar e entregava-me à minha loucura como junto de uma mulher a quem se ama… Eu já me encontrava em uma espécie de êxtase pela idéia de estar em Florença e pela vizinhança dos grandes homens dos quais eu acabava de ver os túmulos [Michelangelo, Alfieri, Machiavel, Galileu]…

Absorvido na contemplação da beleza sublime, que via de perto, eu a tocava, por assim dizer. Tinha chegado ao ponto da emoção onde se encontram as sensações celestes proporcionadas pelas belas-artes e os sentimentos passionais. Saindo de Santa Croce, meu coração batia forte, o que em Berlim chama-se “nervos”; a vida esgotara-se em mim, eu andava com medo de cair…”

O psicólogo Jung no  livro “Memórias, Sonhos e Reflexões”,  faz alusão ao mesmo fenômeno quando descreve sua incapacidade de viajar à Roma.

jung

”Viajei muito na minha vida e sempre tive um desejo enorme de ir a Roma: mas não me sentia preparado para a impressão que poderia me causar ….Em 1949, em idade avançada , querendo retomar esse projeto negligenciado, tive uma sincope na hora de comprar a passagem. E o plano de uma viagem a Roma foi cancelado para sempre”

Em 1989 a psiquiatra italiana Graziella Magherini após catalogar 106 casos de pacientes, todos eles viajantes que foram a Florença pela primeira vez, no serviço de saúde mental do Hospital de Santa Maria Nova (Florença) descreveu e nomeou esta Síndrome.

 

 

trecho lindo do filme A síndrome de Stendhal de Dario Argento

 

 

 

 

 

Comentários