g-oppido_helene_60x245cm_72dpi-41

Hélène por Gal Oppido

 

 

Procuro
a nudez que revela a humanidade, os encargos do corpo, seus prazeres, seus
holocaustos, sua plenitude…

preciso receber a morte, ser parteiro da minha
futura não existência, dizer não ao eterno, voltar ao jato inicial, ao feto, ao
afeto escuro do útero.

 

 

 

 

 

 

Gal Oppido Fotógrafo-ensaísta,
com participações em exposições nacionais e internacionais. Dentre outras
exposições realizou, em 2011, Antífona,
no Museu Afro Brasil, e São Paulo Mon  Amour, na Maison de Mettalos, em Paris. Recebeu o premio APCA, como melhor fotógrafo
pelo conjunto da obra, em 1991. Ministra curso de fotografia autoral no
MAM-SP, desde 2001.

www.galoppido.com.br

[email protected] / [email protected]

 

 

Comentários