img_2735

OTHONOM * por Elza Tamas

 

É domingo de manhã e eu pergunto ao meu pai como vai a vida dele.
Minha vida vai muito bem minha filha, muito bem, mas eu quero
ir pra casa, chega de férias. Tem um lugar no seu carro?
Hesito, nem sei o que responder. Tem sim pai, você me ensina o caminho?
Ele para, pensa,  e me diz: infelizmente eu não posso lhe ajudar minha filha, porque eu nunca estive aqui.
Estamos sentados na sala de jantar da casa em que ele vive há pelo menos 30 anos.

Embora rodeado por objetos absolutamente familiares e  reconhecidos  como tal,  ele não se sente em casa. Talvez anseie pela casa da infância, ou a memória amálgama afetiva de todos os lugares casa que o acolheram.
Não sei, mas ele tem insistido que neste hotel, ele não quer ficar mais.

 

*em húngaro a palavra Othonom quer dizer  minha casa, o meu lar, a minha terra, o meu país.

 

foto banner: Elza Tamas – prato escultura Cristiano Quirino

Comentários