tempo - freddy ortiz 2

O ORIXÁ TEMPO por Freddy Ortiz

“Tempo  dá,
Tempo tira
Tempo  passa
E a  folha vira.”
(Dito popular)

Em todas as casas de Candomblé da Bahia existe uma grande árvore envolta por um pano branco (alá). Essa árvore, Iroko ou Gameleira Branca, é fundamental. Nela, o orixá  Tempo é assentado, reverenciado e recebe as oferendas dos seus filhos e seguidores. Em sua copa sagrada habitam as Iyami Mossoronga, feiticeiras de grande poder ,capazes de mudar o destino dos homens. Tempo exige dádivas em troca de suas benfeituras.

Sendo o mais antigo dos Orixás, suas vestes são de palha demonstrando assim que é  anterior a descoberta dos metais.

A religião africana cultua a ancestralidade. O entendimento é que cada família tem a sua energia espiritual que é transmitida através das gerações aos seus membros, como  um DNA espiritual. As pessoas manifestam essa energia que é parte da individualidade, através das suas diversas expressões na vida. Sempre que necessário, Tempo é  convocado para manifestar essa energia contida desde o início dos tempos, dando
ao ser humano a possibilidade de se conscientizar de que essa força lhe  pertence e que pode e deve ser usada. Mas para isso, muitas vezes é preciso tempo para se ter acesso a esse conhecimento. Só Tempo dá o amadurecimento .

Tempo é a  primeira dádiva do universo aos homens. Tempo existe antes do verbo. Tempo  a tudo assistiu e a tudo assistirá. Tempo a tudo resistiu e a tudo resistirá.

Dono das estações, do clima e das combinações  entre os cinco elementos, Tempo exerce uma grande influência na saúde dos
homens. É o guardião da verdadeira magia, aquele que ensina os segredos de  permanência e impermanencia, nos levando a entender porque nascemos, vivemos e  morremos.

Para ele,as  pessoas cantam:

“E tempo Zará… e Tempo Zará Tempo ô!

E Tempo para trabalhar…

E tempo Zará… e Tempo Zará Tempo ô!

E tempo para comer…

E tempo Zará… e tempo Zará Tempo ô!

E tempo para beber…

E tempo Zará… e Tempo Zará Tempo ô!

E Tempo para viver…”
(Domínio Público)

Tempo é o  ínicio.

 

 

 

Freddy Ortiz é Baba Kekerê do Ilê Odé Omin Logui em Salvador, Bahia.
Terapeuta corporal, trabalha com Pilates, RPG, Acupuntura  e  Massoterapia.

Comentários