ceu star walk (2)

O DIA DO ANIVERSÁRIO por Barbara Abramo

 

 

Cada aniversário que a gente faz nos dá a chance de explorar melhor um determinado signo ou conjuntura astrológica. E os  astrólogos acham bom calcular o mapa para o momento exato em que o Sol passa no grau exato em que estava quando nascemos. Para nós, o Sol é o astro central, que nos dá a vida, com seu calor e nos ilumina com a sua luz. Ele representa a centelha da criação.

Quem já fez sua própria revolução solar, pode notar como a cada ano mudamos o nosso Ascendente, e algumas outras notas
astrológicas que acrescentam toques novos, realçando pontos especiais de nosso  mapa de nascimento. Este, ninguém muda! Ele é como uma certidão de nascimento  cósmica, algo que está sempre ali, como um pano de fundo onde todas as nossas
vocações e escolhas se misturam, num todo dinâmico, sempre novo.

mapa nascimento George Harrison

Então, a cada ano que passa acrescentamos  uma sabedoria a mais, representada pelo signo que fica no ascendente, que é  como um estilo ou uma tendências mais forte que nos faz um apelo especial  naquele período de tempo que dura 365 dias.

O próprio mapa astral da revolução – ou  retorno – solar – em lá seus segredos. São 12 meses divididos em 12 casas  astrológicas, cada uma relacionada a um assunto da vida, e são 4 estações  distribuídas em cada quadrante do mapa, nossa bussola para vivermos plenamente  aqueles 365 dias que duram o ciclo da Terra em volta do Sol.

A astrologia tem nos seus inícios uma  profunda ligação com alguns conceitos de filósofos gregos – como o conceito  platônico do um e do si mesmo, ou a teoria da tetratkys pitagorica, ou a dos temperamentos – mas dos egípcios e  dos árabes herdamos a matemática, a ciência dos números e de suas significações  ocultas, suas vibrações especialíssimas, que se desdobram em cada casa  astrológica, em cada ano de vida. De zero a seis anos, por exemplo, estamos sob  o poder da Lua, dos sete aos 14 sob o de Mercúrio e assim por diante, cada  astro imprimindo com sua inteligência e natureza aquele pedaço de nossas vidas.

Os mistérios dos números também são vistos  na razão dourada, muito estudada pelos arquitetos e filósofos, mais tarde por  astrólogos que tentaram ver, em padrões celestes, a repetição  de constantes numéricas.

Para saber mais:
Razão Dourada – http://pt.wikipedia.org/wiki/Propor%C3%A7%C3%A3o_%C3%A1urea

Conceitos, historia da astrologia,  explicações sobre revolução solar:
Skyscript – http://www.skyscript.co.uk/

 

Barbara Abramo é  paulistana, astróloga desde  1981, é horoscopista da Folha de São Paulo e da UOL.
Mantem o site Horóscopo: http://www1.folha.uol.com.br/horoscopo/

 

 

 

 

 

Comentários