06

A MALDIÇÃO DA AUTOAJUDA E O TAROT por Mirna Grzich

 

 

Autoajuda é uma palavra engraçada. Ela tem  a mesma maldição
da palavra nova era (embora as empresas de indústria pesada
adorem usar esse termo, pois já tem uma nova geração que não sabe
o significado  histórico)…

Eu como aprendi a não dar murro em ponta de
faca sigo meu caminho me reinventando, fugindo de definições, fazendo
a minha  síntese existencial e de serviço ao mundo. Mas fui desafiada
pelo forademim a  colocar isso em palavras, dando o sentido mais
adequado  e profundo. Então vamos  lá.

Autoajuda contém embaixo de sua umbrela, primeiramente,
o autoconhecimento, pois somos como uma cebola, temos varias
camadas (muitos  vivem apenas na casca), as camadas dos pensamentos
e emoções, da energia (tão bem trabalhada pela medicina oriental), da alma,
do espirito e do vazio. Autoajuda  também contém o ensinamento espiritual,
pois ele inspira, ensina a meditar, a  respirar, a entender como os cinco
elementos  se manifestam em nós… Autoajuda  às vezes fica bem esotérica,
criando mitos e rituais complexos… que servem  sempre para alguma alma
desejosa de experiências e fenômenos…Para os  livreiros e editores
Autoajuda é  uma categoria de mercado, um nicho onde  colocam tudo
acima e um pouco mais.

Ken Wilber

Mas a palavrinha é bem maldita para os  críticos e pessoal da mídia,
empacados que estão no nível verde da espiral da  consciência, tão bem
desenhada por Don Beck  e super utilizada por Ken Wilber em sua evolutiva
Teoria Integral. O  nível verde significa entender e lutar pela ecologia e a
sustentabilidade, ser  democrata, a favor das minorias, tudo legal mas …sem
nenhuma consciência  espiritual.

Os níveis que vêm depois, o amarelo (da individuação) e o turquesa ( a volta ao mundo depois de um retiro,
de um  sabático, para ser um bodhisatva,) já estão no nivel do SER, onde entra o espiritual, enquanto o
verde é o último nível do TER…

espiral dinamica

 

O Tarot

Osho

Em 82 fui para os EUA,  e vivi por um tempo na California, estudando e meditando.
Em Santa Cruz conheci  Ma Prem Sona, essa incrível Master of Tarot, segundo
Osho/Rajneesh, que na época  assombrava o mundo a partir de sua comunidade visionária
no Oregon. Ele adorava  seu Tarot e só jogava com ela.

Sona me reconheceu de  alguma forma e começou a me ensinar. Eu estava casada com um psiquiatra  americano e ela era nossa vizinha. Mas meu lado comunicadora nunca vislumbrou a possibilidade de atender, de trabalhar isso. Eu só pensava em música e em escrever. Três anos se passaram,  me separei e preparava a volta ao Brasil, quando Sona me disse na despedida que eu  estava pronta, que era uma mestra do Tarot. Mas ele ficou fechado mais de 20  anos…

Ao voltar ao Brasil, criei o programa de radio Música da Nova Era em várias
rádios  pelo Brasil  e me  radiquei em SP, estudando budismo tibetano com
Chagdud Tulku Rinpoche,  com  longos retiros também no Oregon.
E vieram a revista Meditação, o livro dos  Anjos, muitos eventos, e
o Tarot parado.

Em meados de 2011,  para ajudar uma amiga em crise, puxei o Tarot e de
repente,  tantos anos depois,  minhas mãos sabiam o jogo de um jeito mágico
e a informação  vinha da maneira  como a pessoa precisava ouvir. Isso se
repetiu  muito até eu decidir  atender  pessoas, numa noite em Belo Horizonte
onde me  comunicaram que eu tinha  mais de  50 atendimentos naquela
semana,  todos…Tarot.

Descobri que Sona  tinha falecido em meados de 2011, na India, e entendi
que algo  misterioso  estava acontecendo, pois cada leitura que faço é
um milagre  e uma descoberta.
Que  ajuda a pessoa a ver seu karma e dharma, a se conhecer em
profundidade,  a  entender seu caminho.

Sempre pensei que meu  caminho fosse a comunicação, mas agora percebo
que ele se torna  uma arte, um  cuidado com o outro, um processo de terapia.
Uma síntese, a minha síntese.
Entender  seu momento. Dar sentido a sua vida…Isso é autoajuda? Que seja!

 

 

Mirna Grzich é atriz, jornalista e terapeuta, trabalha há 30 anos com terapia humanística e transpessoal, ecologia e sustentabilidade.Criou o programa Música da Nova Era em várias rádios brasileiras. Editou por 5 anos  a revista Planeta Meditação
Realizou com o SESC SP a Imaginaria 95  (arte, ciência, economia e espiritualidade), e Encontros com Homens e Mulheres  Notáveis, com mestres de várias tradições.
Escreveu  Anjos (editora 3), O Livro da Meditação (editora Globo) e  Anjos  Agora (editora Leya), e lançou a coleção de 16 CDs Quem é Você.
Realiza palestras, atendimentos e workshops  pelo Brasil, facilitando a conexão interna, inspiração, motivação, criatividade  e ação no mundo com consciência.Ecumenica e estudiosa de várias tradições  espirituais, é iniciada no budismo tibetano. Terapeuta nata, sintetiza sua experiência e sensibilidade para  ajudar a acordar e  viver em plenitude.

Leitura de Tarot: 11 8136.5197

[email protected]

Imaginaria Cultural
skype:mirnagrzich
youtube: canal mirna grzich 2010

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Comentários