E-se-foto-4-Gal-Oppido-BANNER

E SE TUDO DER CERTO? por Gal Oppido

 

 

Desconfio que não temos capacitação genética para o enfrentamento da ausência instantânea e coletiva daquilo que nos impede do bem estar pleno…

A humanidade sempre conviveu com a correção de rotas, nos valemos da analogia para afastar incertezas e mesmo assim o desconforto nos persegue.

O mecanismo que nos dá horizonte possível é a idealização do que seja certo mesmo sabendo que a incompletude é o que nos move.

 

 

 

 

Gal Oppido é fotógrafo-ensaísta, com participações em exposições nacionais e internacionais. Entre elas Antífona, em 2011, no Museu Afro Brasil, e  São Paulo Mon  Amour, na Maison de Mettalos, em Paris. Recebeu o premio APCA, como melhor  fotógrafo pelo conjunto da obra, em 1991. Ministra curso de fotografia autoral no MAM-SP, desde 2001.

foto : Sabrina Wernicke

www.galoppido.com.br

[email protected] / [email protected]

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Comentários