E-se...-on-the-other-side-of-the-window

ONDE VIVEM OS FILHOS QUE EU NÃO TIVE? por Elza Tamas

Você pode acordar um dia em outra história- não mais no seu colchão de molas, ensacadas individualmente, que evitam que seu marido pule na cama enquanto você não para de se virar em noites de insônia, mas no chão de um corredor de um prédio todo perfurado por balas, no Líbano. O corredor é o lugar mais seguro, tem a parede externa do edifício somada à interna, a dos aposentos; as rajadas de balas tem que perfurar duas paredes e também funciona com as granadas, lembra? Não foi isso que aquele guia de olhos astutos lhe ensinou naquele café em Beirute, discorrendo sobre os fenícios, otomanos e persas, enquanto você não prestava a menor atenção e só via a boca dele se mexendo e pensava: e se eu largasse tudo para viver com este homem?

Para onde vão as opções que descartamos? os caminhos que quase trilhamos? Cada vez que fazemos uma escolha, mesmo que pequena, o que acontece com as outras alternativas? E se você não tivesse deixado aquela cidade? Onde vivem os filhos que você evitou? Para onde escorrem essas vidas-possibilidades? Existem as vidas “se”?

Você pode acordar um dia em outra história, sua outra história. Alice sabia como.

 

foto banner: Goran Boricic – on the other side of the window 

 

 

Elza Tamas é psicóloga clínica e escritora. Concebeu e desenvolve o forademim.com.br

 

foto: Mario Bock

 

Comentários