RP---passaros

PLURAL SINGULAR por Victor Kanashiro

(Abaixo escute a trilha sonora deste texto)[audio://forademim.com.br/wp-content/uploads/2014/06/olhar-o-mundo.mp3]

Três pássaros, voando muito alto no céu, pareceram transformar-se num só. Separaram-se, então, em desordem. Havia algo de extraordinário nesse separar-se e juntar-se. Devia significar alguma coisa esse aproximar-se, a ponto de um sentir o vento das asas do outro, e logo, mais uma vez, a distância azul. Três ideias às vezes se unem em nossos corações.
(Yukio Mishima)

Churrasco de aniversário desses de cidade do interior ensolarado.
Toshio avistou Nicolau à primeira vista e foi avistado. Apresentados, brindaram,comeram, papearam sobre teatro filosofia ciência bobeiras arte religião memória vida.
Um doutor da metereologia assegurou que o tempo continuaria aberto.
Meia hora depois…

Trovão. Era marca de dia. Podia ser que o sol precisasse dar uns vinte passos. Andar um bocado que não era muito pra iluminar toda a terra.

Acima CHEN, o incitar, trovão

Abaixo CHEN, o incitar, trovão

Trovão repetido. A imagem da comoção. Sob temor e tremor, o homem superior retifica sua vida e examina a si mesmo.
(I CHING)

E a luz se apagou
E o povo dançou e cantou
E se cruzaram os olhos
E puderam se ver
E se amaram pela primeira vez
E passaram catorze dias purificando cada um

Até que…

Luar. Noite de Verão.
Os pés de Yacov pisavam descalços
Juventude estampada no sorriso dos olhos
Foi até os dois no meio da festa e disse:
Vocês são lindos.
Entreolhares.

E foi oferecido a Yacov o que tinham.

E riram
E logo se foram
Para a casa que seria deles
E desta noite quase não dormida
Acordaram em paz
Juízos tirados, estão plantadas as borboletas no estômago
o brilho nos olhos
a mão suando
vontade de amar
Onde é que nós vamos parar?
Não sei, mas quero viver

ABCDÁ RIO DO AMORA3

A de amor. Amor monogâmico é monoamor? Poliamor parece marca de detergente.

Bem bão é bão demais.

Coração partido = dor ao quadrado

DR é assembléia

E: une vocábulos ou orações de mesmo valor sintático, indicando conexão ou adição
Exemplo: Amo x “e” y.
Se amasse x “ou” y
Seria dividir
Mas dividir também pode ser bom
Dividir um namorado
Dividir uma cama
Uma escova de dente
Posso ficar com a escrivaninha?

Fórmula do amor a três
a=a
b=b
c=c
a+b= ab
b+c= bc
c+a= ca
a+b+c= abc

GOZO a três. sem palavras.

Homem é macaco. Homem é menino. Menino é macaco. Viado é homem macaco menino bicho bicha mulher qualquer coisa que se quiser

Idiotas! Imbecis! Vão tomar nos cús! Putas que os pariram! Vazem daqui! Vazem caralhos! Vou embora!

Jurei amor eterno
Já sei no que isso vai dar
Joguei aliança de prata
Voltei procurando a chorar

Kátia namora Jorge e Mauro. Mauro e Jorge são amigos. Vão juntos ao cinema, revezam-se na cama. Alfredo mora e namora Laura de segunda à quinta e Luiza de quinta à domingo. Laura e Luiza não se amam, não se odeiam. Rafael casou-se com Lívia. Júlio e Flávia também são casados. Relação aberta. Flávia está grávida de Júlio. Roberta está grávida também e ama William. Depois de 7 anos de casado, Renan e Mauro amaram Gustavo. Márcio está solteiro. Camila também.. Lúcio é casado com o pastor de uma igreja evangélica.

Lua vai, iluminar o pensamento deles, fala pra eles que sem eles eu não vivo, viver sem eles é meu pior castigo.

Meus ia-iás. Meus io-ios.

Nosso namorado é ator poeta cantor

O tataravô uchinanchu teve três esposas. O bisavô casou com a prima. O avô teve duas mulheres. A mulher guayaki tem três maridos. O primeiro dorme perto da cabeça, o segundo na altura do abdômen e o terceiro nos seus pés.

Programa da disciplina sobre amor: construção sócio-cultural do amor, fundamento econômico do casamento, condicionantes sociais da escolha de [email protected] Paradigma de Romeu e Julieta, o potencial revolucionário do amor, morrer por amor

Quem vai dormir no meio hoje?

Raivaaaaaa raaaaaivaaaaa raiiiiiiiiiiiiivaaaaaaaaa
Raiva passa raiva passa raiva passa raiva passa
rio rio rio
leve rio
Haja paciência

Super legal a relação de vocês viu. Me conta tudo?

Tem gente que diz que é pecado. Mas a poligamia não é condenada no Velho Testamento. Jacó, filho de Isaac e Rebeca, neto de Abraão, teve duas esposas, duas servas, e doze filhos, que dariam origem às doze tribos de Israel

Uma história de amor de aventura e de magia. Os problemas são os mesmos.

Você gosta mais de quem?
Do seu pai ou da sua mãe?
Da sua irmã ou do seu irmão?
Do seu filho mais velho ou do mais novo?
Do seu best friend da escola ou da faculdade?
Gosto de todos
Igual, mas diferente

Xuxu, berinjela e couve-flor

Z Z Z, três patinhos na lagoa, três porquinhos, três patetas, três mosqueteiros, três reis magos, três pratos de trigo para três tigres, três marias, três corações, três é demais!

***

Não é fácil.

Não é fácil viver o que vivemos

Minha mãe contou que com eles foi o mesmo

A relação amorosa é a coisa mais difícil que tem, diz.

O que é certo é que morremos sozinhos

E nunca morremos sozinhos,

Porque nossa ancestralidade está sempre presente.

 

 

Victor Kanashiro, paulistano de origem uchinanchu, é músico, performer, sociólogo, economista, professor e pesquisador. Forma, com Eduardo Colombo e Tiago Viudes, a Cia. Casa de Carmela, que está no processo criativo da obra “nomes”. Integra o conjunto Tacape Ibiratema, com Raphael Calheiros. Leciona teclas e canto. Está na última parte de seu doutoramento em Ciências Sociais na Unicamp, em que estuda identidade, performance, autoetnografia e a obra-vida de Yukio Mishima, sob orientação de Richard Miskolci. Acaba de se mudar com Bhagavan-David e Moita Mattos para um lindo casarão que promete! Está na reta final de seu retorno de saturno (I hope). Leonino, faz 30 anos em agosto.

[email protected]

http://casacarmela.tumblr.com

http://tacapeibiratema.tumblr.com

http://www.wix.com/kanashiro-victor

trilha sonora:“olhar o mundo”, de Cia. Casa de Carmela
produção: Moita Mattos

Comentários